fbpx
AMETROPIA, HABILIDADES COGNITIVAS EM CRIANÇAS COM IDADE PRÉ-ESCOLAR E EFEITOS DA CORREÇÃO DE ÓCULOS
ANNE-CATHERINE ROCH-LEVECQ, PHD; BARBARA L. BRODY, MPH; RONALD G. THOMAS, PHD; STUART I. BROWN, MD
Publication: Archives of Ophthalmology

Publicado em 2008

Principais destaques:

  • O objetivo desse estudo foi examinar as habilidades cognitivas em crianças com idade pré-escolar de baixa renda com ametropia não corrigida e os efeitos da correção de óculos.
  • Foram analisados dados de linha de base e de 6 semanas de um estudo longitudinal controlado. Os sujeitos foram 70 crianças com idade pré-escolar (média de idade 4,6 anos, 60,0% eram do sexo feminino e 85,7% eram latinos), incluindo 35 crianças com ametropia não corrigida prévia e 35 indivíduos controle emetrópicos.
  • A ametropia foi definida como hipermetropia bilateral de 4,00 dioptrias (D) ou mais em crianças de 3 a 5 anos, astigmatismo de 2,00 D ou mais em crianças de 3 anos e 1,50 D ou mais em crianças de 4 e 5 anos, ou uma combinação de ambos.
  • A emetropia foi definida como dioptrias esféricas de 2,00 ou menos e dioptria cilíndrica de 1,00 ou menos em ambos os olhos.
  • Os ametropos foram avaliados anteriormente e em 6 semanas após a correção e comparados com os indivíduos controle. As medidas dos resultados primários e secundários foram as pontuações do teste de desenvolvimento da integração visual-motora Beery-Buktenica e escala de inteligência na pré-escola e primária Wechsler-revisada, respectivamente.
  • Na linha de base, os ametropos não corrigidos obtiveram pontuações significativamente mais baixas no teste de desenvolvimento da integração visual-motora Beery-Buktenica (P = 0,005) e na escala de inteligência na pré-escola e primária Wechsler-revisada (P = 0,01).
  • Após 6 semanas de correção, o grupo ametrópico melhorou significativamente no teste de desenvolvimento da integração visual-motora Beery-Buktenica em comparação com indivíduos controle emetrópicos (P = 0,02).
  • Crianças em idade pré-escolar com ametropia não corrigida tiveram redução significativa na função visual-motora.
  • O uso de óculos durante 6 semanas melhorou o teste de desenvolvimento da integração visual-motora Beery-Buktenica a níveis emetrópicos.

Para acessar o relatório, clique aqui: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18268218

 

VISION IMPACT INSTITUTE NEWS

WeChat QR Code

«»