Trabalhando juntos por mudanças

Os últimos meses foram de muito trabalho para nós no Vision Impact Institute. À medida que continuamos com nosso foco de conscientizar os indivíduos quanto ao impacto global de URE e os benefícios da visão saudável, passamos um tempo significativo com outras organizações, fazendo um excelente trabalho para criar mudanças no mundo todo com relação a essas áreas. Uma dessas organizações, a VOSH International, com a missão de “trazer visão a todas as pessoas do planeta” está corrigindo a visão das pessoas em todas as áreas do mundo por meio do trabalho voluntário de optometristas que estão cuidando de suas próprias comunidades e de outras. Tivemos experiência em primeira mão do trabalho empolgante da Salud Digna, uma entidade filantrópica que está mudando o panorama clínico e visual do México em uma configuração de várias clínicas. O VII continua a parceria com organizações como estas para fortalecê-las com a evidência necessária para dar suporte a seus contínuos esforços advocatícios.

Em outubro, tive o privilégio distinto de participar do Conselho de Membros da International Agency for the Prevention of Blindness (IAPB) em Beijing. A IAPB e outras organizações prometeram um esforço audaz, endossado pela Organização Mundial de Saúde, para reduzir o número de cegueira evitável e deficiência visual em 25% até o ano de 2019. Para obter êxito, devemos trabalhar todos juntos para intensificar e implementar o treinamento e a educação e para reforçar o número de rastreamentos que ocorrem ao redor do mundo.
Como parte dos eventos da semana, foi realizada uma conferência da imprensa para apresentar o National Vision Care Report (Relatório nacional de cuidados da visão) do Professor Li Ling para a China. O estudo se concentra na perda de produtividade resultante da visão não corrigida e inclui fatores, como custos médicos e de reabilitação, perda de mão de obra e indicadores de qualidade de vida. Estamos ansiosos para apresentar o estudo em nossa instalação no futuro próximo. Também tive o privilégio de apresentar a evidência relacionada à China e ao controle de miopia, bem como de fazer um anúncio muito empolgante para a imprensa na China: O site VisionImpactInstitute.org agora está completamente traduzido para o chinês.

Atualmente, a China é o maior mercado oftálmico do mundo em volume, com cerca de 57% de sua população precisando de correção da visão. Das 1,39 bilhões de pessoas no mundo cujo idioma nativo é o chinês, 618 milhões de pessoas, duas vezes a população dos Estados Unidos, são usuários ativos da Internet na China. O Vision Impact Institute acredita que a melhor maneira de atingir essa população chinesa e incentivá-los a fazer os exames oftalmológicos que precisam é abordar o problema diretamente no idioma deles e pelo meio de comunicação de preferência dos chineses, a Internet. No fim de 2016, também estaremos finalizando a tradução em português.

Como sempre, o foco do VII continua sendo o impacto do erro refrativo não corrigido, e ficou muito claro no último ano que as organizações e partes interessadas na saúde visual estão cada vez mais focadas no URE e na prevenção da cegueira evitável. Como resultado, recebi o convite para participar do grupo de trabalho da IAPB (Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira), voltado especificamente para o URE (Erro Refrativo Não Corrigido). Apenas imagine o que podemos fazer juntos se continuarmos nos concentrando na correção e proteção visual, abordando as necessidades dos 2,5 bilhões de indivíduos com deficiência de visão não corrigida. A evidência mostra que, coletivamente, poderemos reduzir a prevalência de doenças de longo prazo, como catarata e glaucoma, apenas abordando a necessidade da correção em primeiro lugar. Junte-se a nós, pois continuamos Dando voz à visão!

Categories

Archive

RSS