Há muito o que fazer

Considerando a imensidão dos desafios levantados pela visão deficiente (4,2 bilhões de pessoas no mundo têm visão deficiente), uma solução pode parecer assustadora ou inatingível. Mas o problema é muito mais simples de resolver do que um indivíduo possa imaginar.
Aqui estão alguns pontos a serem considerados ao abordar uma resolução para este problema mundial de saúde:
1. Comece a correção e a educação da visão precocemente. As crianças não têm referência quando se refere à visão boa e deficiente. No entanto, os estudos mostram uma correlação direta entre a boa visão e a boa leitura. Vamos começar educando os pais sobre os principais indicadores de saúde da visão.

2. Faça mais pesquisa sobre o efeito da saúde da visão em estudantes e adultos jovens. A prevenção e a correção devem começar precocemente.

3. Continue a avaliar os efeitos e a associação da visão deficiente e do desempenho econômico. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima o custo de perda de produtividade devido à visão deficiente em aproximadamente 193 bilhões de euros por ano ao redor do mundo. Isso inclui países, como a França, que perde cerca de 8 milhões por dia e 42 milhões nos Estados Unidos.

4. Para os idosos, 91% dos seniores são afetados de alguma maneira pela visão deficiente. Com a visão deficiente, o risco de quedas e fraturas de quadril aumenta aproximadamente sete vezes, causando custos diretos. Por exemplo, os custos devido a lesões relacionadas à visão foram de € 38 milhões na França e € 73 milhões na Alemanha.

5. A visão deficiente também está afetando os motoristas. Um estudo italiano estimou que 59% dos acidentes em estradas são devido à visão deficiente.

Em geral, não fazemos pesquisas nos países emergentes com relação ao efeito da saúde deficiente na qualidade de vida e na economia. A boa notícia é que a pesquisa e a saúde de visão preventiva não requerem despesas adicionais quando você considera como os custos podem ser reduzidos com a visão corrigida. Além disso, a solução para a visão deficiente não requer a necessidade de novos hospitais. Há soluções simples para fornecer assistência corretiva.

Estes são os desafios que enfrentamos atualmente:

– uma população mais idosa (em 2050, uma em cinco pessoas terá mais de 60 anos de idade)

– aceleração da miopia (80% dos estudantes chineses são míopes)

– o custo de cuidados com a saúde nos países em desenvolvimento aumentará significativamente

– o dobro da frota de carros nos próximos 20 anos

Como enfrentamos estes desafios?

Vamos começar desenvolvendo melhor treinamento para profissionais da área de oftalmologia, coletando mais estudos sobre os efeitos da visão deficiente para aumentar a conscientização e identificar leis que restrinjam acesso a cuidados preventivos, como a Lei Francesa de 5 de junho de 1944, que proíbe oftalmologistas de exercerem a profissão fora de seus consultórios. Um absurdo!

Jean-Félix Biosse Duplan

Presidente do Vision Impact Institute

Categories

Archive

RSS