Liderando a mudança na saúde da visão

Na semana passada, na terceira reunião de alto nível das NU sobre doenças comunicáveis, Michael Bloomberg foi citado quando disse, “Cidades podem ser mecanismos de mudança além de suas fronteiras. Quando políticas funcionam a um nível local, governos nacionais terão maior tendência em adotá-las.” Apesar de o contexto não ser exatamente aquele no qual estou escrevendo, fui surpreendido pelo fato de que é dessa maneira que o Vision Impact Institute e muitas outras organizações estão fazendo mudanças ao redor do mundo. Ao tomar os pequenos passos iniciais em direção à mudança local da saúde da visão, temos a oportunidade de correr maratonas para mudar a maneira que o nosso mundo vê.

Este mês, no Dia Mundial da Visão, muitas organizações estarão destacando a necessidade por Saúde da Visão em Todos os Lugares, e conforme eu refletia sobre o que “todos os lugares” significa no contexto da saúde da visão, fui lembrado de que não é apenas sobre geografia, e mais sobre nossas tarefas diárias. Todos os lugares significa na escola, no trabalho ou em casa. Todos os lugares significa na cidade ou no campo, ou nas estradas que percorremos.

De fato, o Vision Impact Institute prestou atenção especial ao longo dos dois últimos anos, nas estradas em que viajamos como motoristas, passageiros, ciclistas ou pedestres. A boa visão é essencial para a nossa segurança no trânsito, e devemos priorizar a necessidade por normas mínimas para os motoristas do mundo e criar estradas mais seguras para todos.

Quando comecei a pesquisar o tópico da visão e da segurança no trânsito dois anos atrás, fiquei chocado ao descobrir que a Meta de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (SDG) 3 espera reduzir pela metade o número de mortes e lesões por acidentes de trânsito até 2020” – no entanto, a boa visão está notavelmente ausente como maneira de alcançar esse objetivo. Em numerosos relatórios das NU e da OMS nos anos anteriores, foi observado que “A visão debilitada de usuários de estradas é um principal fator de risco que influencia o envolvimento em acidentes e um principal fator de risco de lesões por acidentes de trânsito em todo o mundo.” Hoje, a boa visão nem sequer faz parte da agenda deles sobre trânsito seguro.

Mas estamos mudando isso.

Neste Dia Mundial da Visão, estou inspirado pelos muitos esforços locais para melhorar a visão e a segurança no trânsito, especialmente na Índia, lar das estradas mais mortíferas do mundo. Desde novas pesquisas até mudanças de política esperançosas, esses passos locais para priorizar a saúde da visão podem ter consequências globais para pessoas em todos os lugares.

A Saúde da Visão em Todos os Lugares tem que começar em algum lugar. O trabalho coletivo que nossas organizações empreenderam para priorizar a visão impulsionaram as chamas da mudança, e acredito que cada ação local está criando reverberações globais que não serão ignoradas.

Categories

Archive

RSS