Colocando o Movimento da Miopia em evidência

Recentemente, a palavra miopia tornou-se um termo significativo para a mídia em tópicos que vão desde política global e finanças até educação e visão. Durante anos, o termo miopia pode ter sido algo que você ouviu de seu oftalmologista quando você ou seu familiar estavam com visão embaçada à distância. O oftalmologista provavelmente prescrevia óculos para corrigir a miopia, e você tinha uma visão clara do mundo.

Atualmente, está acontecendo um movimento de miopia. Uma pesquisa rápida no Google revela que as discussões sobre a miopia visual como problema de saúde pública começaram a ser abordadas em 2005, mas até recentemente a miopia continuava sendo um problema sem causa. Uma pesquisa importante destaca que a prevalência global da miopia continua a subir para níveis de crise à medida que nos aproximamos de 2050, mas por que essa pesquisa é importante? O que isso realmente significa – a epidemia de miopia – e por que precisamos de um movimento para mudar a direção que a visão no nosso mundo está tomando?

Até 2050, metade da população mundial será míope. Vamos entender melhor o assunto.

Metade da população em 2050 somará mais de cinco bilhões de pessoas que terão problemas com visão à distância. Isso é importante porque hoje estamos vendo um início precoce da miopia devido a inúmeros fatores ambientais, não apenas genéticos. Aliás, a miopia poderá se tornar a causa mais comum de cegueira irreversível em todo o mundo. E, embora pesquisas e inovações de produtos estejam em andamento para ajudar a retardar a progressão da miopia, neste momento não estamos progredindo suficientemente rápido para a resolução do problema.

Isso é importante porque um estudo recente mostra que o impacto global sobre a produtividade atribuído à miopia excede mais de US$ 244 bilhões por ano. Esta análise não considera o custo de perda de educação devido à visão deficiente. Ela não aborda os custos associados a acidentes rodoviários ou o custo da cegueira potencial resultante da alta miopia não tratada, que os pesquisadores projetam aumentar sete vezes entre 2000 e 2050.

A boa notícia é que, o que começou como uma discussão em 2005 está se tornando um movimento em 2019. Nos últimos anos, o VII teve a oportunidade de patrocinar colaborações, como o Instituto Internacional da Miopia, que está reunindo indivíduos de todas as áreas de pesquisa sobre miopia para resolver a situação. Em um artigo, Myopia  – A 21st Century Public Health Issue (Miopia – Problema de saúde pública do século XXI), eles dizem que: “A miopia precisa ser reconhecida como um problema de saúde pública se houver uma mudança na abordagem dessa condição, e apenas um esforço colaborativo entre todas as profissões de atendimento oftalmológico e pesquisadores poderá trazer isso.”

Um artigo secundário apela à educação para além do campo de atendimento oftalmológico, afirmando: “Na prevenção da progressão da miopia, não são apenas profissionais no campo relacionado aos olhos que devem ser bem versados no assunto. Intervenções na escola já estão em uso em Taiwan e na China, incluindo o tempo obrigatório ao ar livre e a redução de horas de trabalho de casa. Os professores do ensino fundamental precisam estar cientes desses novos métodos e ser capazes de informar pais e alunos e fornecer acesso a recursos apropriados.”

Dada a perspectiva global da miopia, fica claro que a miopia é um problema crescente para todos nós. A boa notícia é que, coletivamente, encontraremos uma solução. Todos nós podemos ser defensores. Todos nós podemos aumentar a conscientização. Se fizermos nossa parte para garantir que o mundo enxergue melhor por meio do acesso a informações, exames oftalmológicos e óculos, poderemos coletivamente imaginar um mundo melhor para todos nós.

Categories

Archive

RSS